49º Circuito de Vila Real - Domingo

Luís Barros (Ford Sierra RS500) e Vasco Barros (Mercedes 190E DTM) partiram na frente. Paulo Sousa (BMW M3) no arranque deu um ar da sua graça, partiu bem, pressionou, mas os homens frente foram-se afastando e dominaram a corrida.

 

Com o evoluir da prova, vários grupos iam criando diversos focos de atenção e um ou outro carro apresentavam sinais disso. Um bom exemplo eram os Fiat Punto de Pedro Sousa e de Manuel Fernandes, que disputavam o Desafio Único FEUP2.

Nos FEUP 3 a discussão era semelhante. Mas com o evoluir da corrida, Raúl Delgado ia-se distanciando e deixava os adversários, a discutirem os postos secundários. Hélder Moura fazia parte do grupo até que consolidava a segunda posição.

Entretanto, na frente da corrida, António Barros (BMW M3), Paulo Sousa (BMW M3) e Pedro Alves (Citroen Saxo) estavam envolvidos numa discussão interessante, mas destes apenas Alves chegaria ao fim.

No fundo da recta de Mateus, Pedro Carvalho teve um acidente aparatoso, mas felizmente sem consequências para o piloto. O Fiat Punto saiu de frente para a barreira, na esquerda muito rápida que antecede a chicane de Mateus, capotou duas vezes e imobilizou-se do lado esquerdo da pista.

O acidente motivou a entrada do safety car e pouco depois era mostrada a bandeira vermelha.

Luís Barros teria sido o primeiro a cortar a meta, se a corrida tivesse terminado de forma normal e venceu a categoria L90. Vasco Barros terminou a seguir, ganhou a Especial e José Meireles (Toyota Carina E) foi o vencedor, suado, da L99/2000, sempre com grande pressão por parte de Hernâni Conceição.

Raúl Delgado venceu os FEUP3 e Pedro Sousa ganhou nos FEUP2.

vilareal barros domingo Luis Barros (Ford Sierra RS 500), foto de: NunOrganista

  • Anpac
  • Fpak
  • Full Eventos
  • Hankook
  • Murganheira