49º Circuito de Vila Real - Domingo

Luis Barros (Porsche 930 Turbo) arrancou melhor do que João Macedo e Silva (Porsche 911 RSR) que não lhe dava um segundo descanso, com pressão constante. Logo atrás vinha o grupo dos Ford Escort, com Joaquim Jorge à cabeça, seguido por Rui Azevedo e por Rui Costa.

A luta dos H71 era re-editada com os homens dos Lotus Elan, Joaquim Soares e Filie Matias a serem os protagonistas e Soares, já com o carro completamente recuperado depois do acidente de ontem, a levar a melhor.

Foi assim por duas voltas, até que à terceira Luís Barros bate nos rails. Aparentemente algo terá falhado no Porsche, que perde aceleração à saída de uma curva rápida. João Pedro Silva não conseguiu evitar o toque e o Porsche de Barros saiu, embatendo nos rails.

O safety-car entrava em pista, enquanto o Porsche era retirado e o asfalto limpo por haver óleo na chicane do final de Mateus.

Ainda com safety-car em pista, Joaquim Soares desistia. O motor calava-se e o Lotus ficava parado no circuito.

Retomada a prova e havia um par de voltas para resolver a prova. João Macedo e Silva arrancou na frente, seguido pelos Escorts que rodavam “colados”. Joaquim Jorge levava a melhor sobre Rui Azevedo e Rui Costa. OS H75 ficavam decididos a favor do homem do Porsche.

Filipe Matias comandava os H71, era o quinto. Entretanto Rómulo Mineiro ultrapassava-o depois de um “duelo” interessante de seguir. Mineiro vencia o Grupo 5 e Matias confirmava a vitória nos H71.

Fernando Xavier (VW Sirocco) terminava atrás do segundo Grupo 5, o Lotus Elan de Alexandre Guimarães, e ganhava os H81. Nos H65 a vitória foi posse de João Carlos Vieira (Karmann Ghia)

  • Anpac
  • Fpak
  • Full Eventos
  • Hankook
  • Murganheira