49º Circuito de Vila Real - Sábado

Luis Barros arrancou na frente, mas Macedo e Silva estava apostado em não ser segundo. Pressionava e quase no fim da primeira volta assumia a o comando. Depois, os dois Porsches na frente afastavam-se da concorrência.

Joaquim Jorge e Rui Azevedo ficavam a discutir o terceiro posto, numa luta de Ford Escort´s RS1600. Lá mais atrás vinha outro Escort, o de Rui Costa.

 

Macedo e Silva, numa dobragem falhou uma chicane, Barros aproveitou para ganhar algum do tempo. Algo não estava bem no Porsche 930 Turbo, pois a roda traseira esquerda rodava no paralamas.

Ponto de interesse era, como já é hábito, a luta pelos H71, com os homens dos Lotus Elan, Joaquim Soares e Filipe Matias a serem os protagonistas de uma luta interessante de seguir.

No Grupo 5 as coisas eram semelhantes. Rómulo Mineiro (Ford Escort RS2000) defendia-se de Alexandre Guimarães (Lotus Elan).

Com a corrida a meio, era necessário entrar o safety car. Primeiro era o tête do Karmann Ghia de João Carlos Vieira, Macedo e Silva tocava-o, gerava-se alguma confusão e o safty car entrava.

Retomada a corrida, toda a gente estava de novo a rodar de forma compacta e a luta pelos H71 terminava mais cedo do que o previsto e com ela a prova. Um toque tipo choque em cadeia provocava a "confusão". Para evitar um embate, Joaquim Soares, atravessava-se e não conseguia evitar o Datsun 1200 de Luís Sousa e Costa, que estava a ser dobrado, Filipe Matias era apanhado pela traseira do Lotus por um triz na confusão e a bandeira vermelha era mostrada.

João Macedo e Silva vencia e era o melhor dos H75, seguido pelo vencedor dos H8, Luís Barros.

Como a corrida terminou com bandeira vermelha, a classificação atribuída foi a da volta anterior e por isso Joaquim Soares venceu os H71. Rómulo Mineiro foi o melhor do Grupo 5

vilareal classicos partida1 vilareal macedosilva corrida1 João Macedo e Silva (Porsche 911 RSR) Luís Barros (Porsche 930 Turbo), fotos: NunOrganista

 

  • Anpac
  • Fpak
  • Full Eventos
  • Hankook
  • Murganheira